Bê-a-bá da Terapia do Esquema

Por

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Você quer saber do que se trata?

As profissionais da Valência Psicoterapia fazem uso da Psicologia Cognitiva para o tratamento psicoterápico, primordialmente Terapia Cognitivo Comportamental e Terapia do Esquema. A Terapia do Esquema é uma terapia considerada relativamente recente, mas que tem alcançado resultados importantes, principalmente com pacientes refratários, que não respondem ao tratamento convencional ou que apresentam uma dor emocional muito intensa. O texto que segue pretende auxiliar no entendimento sobre esse tipo de terapia que vem ganhando cada vez mais espaço.

Em cada fase de nossa infância e adolescência apresentamos necessidades emocionais básicas as quais nossos pais e/ou cuidadores precisam suprir. Ao nascer somos seres indefesos que precisam do outro para sobrevivência e crescimento, portanto a proteção e vínculo seguros são imprescindíveis nesta fase. Assim cada etapa evolutiva apresenta uma necessidade específica e, quando os cuidadores/pais não conseguem suprir essas demandas emocionais podemos formar Esquemas Iniciais Desadaptativos.

Esses esquemas formados na infância e adolescência vão ditar a forma como enxergamos o mundo. Neles estão contidas sensações, emoções, cognições que auxiliam você a interpretar as situações cotidianas, a fazer escolhas, ou seja, permeiam sua vida. Por exemplo, você pode ter um esquema de Abandono, originado por vivências de abandono na infância – sua mãe faleceu, seu pai não estava presente, perdeu alguém importante na família, etc… Agora na vida adulta você enxerga as relações através deste filtro do Abandono, você se sente abandonada quando uma amiga não responde uma mensagem, vive com medo de perder o namorado, uma ligação não atendida pode suscitar um sentimento extremo de que está sendo abandonada(o), uma colega de trabalho ter mudado de emprego pode ser sentido de forma muito intensa, enfim a dor do abandono está sempre presente.

A Terapia do Esquema busca identificar a presença destes esquemas desadaptativos e auxiliar na cura esquemática, buscando reparar essa dor para que ela não fique tão presente na vida adulta. Assim as vivências atuais terão menor interferência das experiências nocivas do passado, fazendo com que você possa se relacionar com o mundo de uma forma mais saudável.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Fechar Menu