Conceitualização de caso

Por

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

Na Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), o início do processo terapêutico inclui a elaboração da conceitualização de caso. Esta espécie de “mapa” do paciente permite com que as dificuldades sentidas por ele fiquem bem claras, direcionando, assim, os objetivos terapêuticos.

Este momento é carregado de muita empatia, compreensão, validação e conexão, o que facilita um trabalho em colaboração para que o terapeuta e paciente consigam descrever as demandas importantes que acabam por gerar insatisfações e sofrimento.

Outro objetivo importante da conceitualização é avaliar os pontos fortes do paciente, o que é fundamental para direcionar o tratamento na direção da resiliência. A conscientização das próprias forças ajuda na motivação para a terapia e para a mudança necessária.

Dessa forma, a conceitualização de caso na TCC sintetiza as experiências do paciente, de modo que os dados fiquem mais compreensível e, com isso, problemas complexos se tornem mais manejáveis. Este trabalho também possibilita uma maior normalização e validação das dificuldades e emoções. Além disso, a TCC, desde o início do tratamento, estimula o engajamento do paciente no processo terapêutico, pois ele participará de forma ativa, trabalhando em conjunto com o seu terapeuta.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Fechar Menu