Close

O fato de eu beber só faz mal para mim! Será?

Por Milene Petry

Essa recorrente frase utilizada por usuários de substâncias, dependentes ou não, foi desmentida mais uma vez. Uma recente pesquisa realizada pelo Institute of Alcohol Studies, no Reino Unido refere que, um em cada 10 pais admite ingerir álcool em frentes aos seus filhos e metade destes admite já ter ficado embriagada à frente deles. Este comportamento recorrente, ainda que a quantidade de álcool consumido seja reduzida, pode ter um impacto negativo na saúde mental das crianças.

O estudo revela que ingerir bebidas alcoólicas à frente das crianças torna-as mais tristes, ansiosas, preocupadas e retraídas. Tudo graças ao comportamento imprevisível dos adultos sob o efeito do álcool. Viv Evans, da instituição britânica Alcohol and Families Alliance, destaca: “Vivemos numa cultura que celebra o álcool. Esperamos que este estudo seja uma forma de alertar os pais e todos sobre a importância de prevenir problemas com o álcool antes que eles surjam”.

Com isso, os hábitos relacionados à ingestão de bebidas alcoólicas necessitam ser reavaliados pelas famílias, no intuito de se prevenir não só os problemas relacionados ao consumo de substâncias, mas também em se promover o desenvolvimento crianças mais seguras e emocionalmente mais estáveis.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/884960/beber-alcool-a-frente-dos-filhos-e-um-habito-que-os-prejudica