Close

Todos somos “donzelas” e “cavaleiros”: Dicas para melhorar a cumplicidade e validação emocional na relação

Por Kelly Paim

A tirinha acima (retirada do site revoltirinhas.com) representa muito bem como são os relacionamentos amorosos reais e saudáveis. Considerando que as emoções são universais e independem de sexo ou gênero, todos nós possuímos direito de sentir e ter vulnerabilidades. O medo, a raiva e a tristeza podem gerar a sensação de “donzelas em perigo” em qualquer pessoa.

Um relacionamento saudável exige validação das emoções e aceitação das vulnerabilidades, dores e feridas de cada um dos parceiros, bem como compaixão bilateral. Entretanto, aceitar, entender e saber lidar com as próprias emoções é fundamental para que estas sejam manifestadas de forma adequada e caibam de forma natural dentro da relação amorosa.

Os “pontos fracos” existem e sempre irão existir, assim como as forças de cada um que podem ser usadas na direção de uma relação que supra as necessidades individuais e conjugais. Afinal, de “cavaleiro guardião” e de “donzela em perigo” todo mundo tem um pouco.

Dicas para melhorar a cumplicidade e validação emocional na relação:

– Não reaja imediatamente a uma emoção intensa, precisamos um tempo para entender melhor o que realmente nos incomodou.

– Fale como o comportamento de seu parceiro fez você se sentir (na primeira pessoa), por exemplo, “eu fiquei chateado com o seu atraso”.

– Escute o que seu parceiro tem a dizer e aceite suas emoções, o seu comportamento pode não estar errado, mas pode gerar incômodo no outro.

– Sinalize quais comportamentos lhe ferem e peça que seu parceiro faça o mesmo em relação aos seus. Esta atitude pode gerar mais cuidado entre o casal.